Meu Livro digital

Conversando com uma amiga – 3ª parte

Quem você realmente é? X Quem você realmente está

O grande empreendedor e palestrante Jim Rohn disse: “Você é a média das cinco pessoas com quem mais convive”.  

Gosto muito dos verbos de ligação ser estar; pois me leva para psicologia existencialista, na qual gosto e muito. 

Quando falamos de quem somos, falamos de nossa essência de nossas raízes, daqueles fundamentos colocados por nossos pais em nossa primeira infância e penso que seja “quase imutável”. 

Agora quando falamos sobre quem estamos, estamos falando de situações que mudam de acordo com a situação. 

Me permita um exemplo, sem falar em questões sexuais ou de gênero. Um que se travesti de mulher em sua essência ele é homem, mas está naquele comento como mulher; talvez você me pergunte: “Valdilene e o que isto tem a ver com empreendedorismo, por exemplo?”; minha resposta é simples. Você precisa estar no meio de pessoas que conheçam seu produto, que falam a sua linguagem, que compreende o valor (note que não estou falando de preço, isto será para um outro momento) daquilo que você oferece; você precisa se tornar um deles. 

No ano de 2000 soube que uma determinada cantora super famosa comprou um cinto que na época custou R$6000,00 (seis mil reais); minha reação na hora foi: “Que absurdo dar R$6.000,00 em um cinto”. Mas vamos analisar: 

  • Nos eventos e ambientes em que ela frequenta ela pode estar com o cinto de R$39,90 comprado de lojas varejistas, por exemplo?  
  • Como os milhões que ganhava por show, penso que ela não tinha nem mesmo onde gastar tanto dinheiro. 
  • Outro detalhe, ela precisava estar de acordo com o ambiente e pessoas que a cercavam. 

É isto que aprendemos quando falamos na primeira semana sobre as pessoas quererem estar próximas do Ronaldo fenômeno, isto gera marketing para elas. 

Nunca perca sua essência, não esqueça quem você é. Mas esteja e se porte como uma pessoa que as demais irão fazer questão de estar ao seu lado. Dependendo do seu ramo de atividade, as pessoas não vão comprar os produtos/serviços que você vende; elas compraram o “status” de ter o produto que é você vende; porque é você quem vende. Sei que é complexo, mas consegue compreender. 

O que você pode fazer para que as pessoas “queiram e façam” questão de tirar uma selfie com você? 

Continua na próxima semana… 

Amo lidar com pessoas, adoro esportes, teatro, um bom papo, tenho o casamento dos sonhos, amigos dos quais não abro mão.E acima de tudo; uma fé incondicional no Criador de todas as coisas e no qual me deu o privilégio de trabalhar fazendo aquilo que amo e que sei que é minha missão de vida.Como disse Friedrich Nietzsche: "Quando se estar com contato com a natureza, você se torna um com ela".Talvez seja por isto que amo estar junto dela.

×

Olá!

Clique aqui para conversar com um de nossos representantes no WhatsApp.
×